sábado, 12 de fevereiro de 2011

Grandes Paulistas

Retomando as postagens, hoje o post é do Corinthians Campeão Paulista de 1982, pedido do amigo Moisés Correia que sempre coopera com o Blog e a quem gostaria de agradecer. A conquista ficou marcada na memória do Futebol Brasileiro pelo movimento qua acontecia nos bastidores do Parque São Jorge, a Democracia Corinthiana. A Democracia foi um movimento, liderado por Sócrates, Casagrande, Wladimir e Zenon, que pregava uma maior participação dos atletas nas decisões referentes ao departamento de futebol do clube. Isso na época da ditadura militar. Foi brilhante a conquista do Paulistão de 1982. Campeão do primeiro turno, com direito a uma goleada de 5 a 1 sobre o Palmeiras, o Corinthians fez a final contra o São Paulo, que buscava o tri. No primeiro jogo, vitória alvinegra por 1 a 0, com um belo gol de Sócrates. Depois, na segunda partida, realizada no Morumbi no dia 12 de dezembro, outra vez deu Corinthians: 3 a 1, com dois gols do raçudo Biro-Biro e um de Casagrande, que foi a revelação e artilheiro do campeonato, com 28 gols. Era o 18° título paulista da história do clube. Os destaques do Timão foram: Wladimir, Socrátes, Biro-Biro e Casagrande.

Fonte: http://www.todopoderosotimao.com



Um comentário :

Korreya disse...

A classe de Sócrates e Zenon, a juventude de Casagrande, a raça e aplicação de Wladimir e Biro-Biro... um por todos e todos por um, assim era o Timão de 82. Aqueles 3x1 diante do São Paulo na final do Paulistão daquele ano não saem da minha memória. Emocionante! Muito obrigado, Sandes.