segunda-feira, 18 de abril de 2011

Grandes Paulistas

Voltando com os pedidos, o post de hoje foi um pedido do Elizeu e é do Santos Campeão Paulista em 1984. Comandado pelo técnico Castilho, goleiro da seleção brasileira que foi às Copas de 1950, 1954, 1958 e 1962, o Santos-84 "flutuava" sua tática de jogo entre o 4-4-2 e o 4-5-1. Na formação menos ofensiva, o meia Mário Sérgio (não o ponta que defendeu São Paulo e Palmeiras) substituía o ponta-esquerda Zé Sérgio, então se reabilitando de seguidas lesões. A defesa em 84 terminou o Paulista sofrendo 19 gols em 38 jogos, média de 0,50 por partida. Era formada pelo lateral-direito Chiquinho, os zagueiros Márcio Rossini e Toninho Carlos e o lateral-esquerdo Toninho Oliveira. Gilberto Sorriso era o reserva. O meio de campo do Santos em 1984 não primava pela técnica, mas compensava com raça. O volante Dema alternava rompantes de criatividade com momentos dignos do mais violento dos volantes. Humberto, implacável marcador e bom passador, foi o melhor do Santos na decisão. O experiente Paulo Isidoro muitas vezes dividia a responsabilidade com Serginho e era o "motor" do time. Outro meia era Lino, discreto, emprestado pelo Flamengo.

Fonte: Caderno de Esportes da Folha Online



(PDF)
(PNG)

3 comentários :

Liquidificador Ambulante disse...

Amigos,

Gostei do seu blog, contudo há de ser feita uma correção. Em 1984 o Pita já não mais atuava pelo Santos, já que foi trocado pelo Humberto e Zé Sérgio.

Abraços

J. Sandes disse...

Valew pela dica.

Abraço!!

alcides nogueira lucas disse...

oi sandes peço o time do bolivar da bolivia aguardo