sexta-feira, 8 de julho de 2011

Festa no Interior

Como costumo dizer sempre, "Esporte é Cultura" e no post de hoje vou contar um pouco da história do estado de Sergipe e aproveitando a oportunidade publicar a cartela do Bicampeção Sergipano, o River Plate da cidade de Carmópolis. Hoje em Sergipe é comemorado o Dia da Sergipanidade, pois em 8 de julho de 1820 D. João VI divulgou a carta-régia que emancipa Sergipe da capitania da Bahia. Entretanto, assim que o rei retornou a Portugal para reestabelecer a monarquia portuguesa e se submeter às limitações impostas por uma constituição, o lado insatisfeito subiu a voz e se impôs, a Bahia não reconheceu a Emancipação e reincorporou Sergipe ao seu território. No entanto, pouco tempo depois o então príncipe regente D. Pedro I proclamou a independência do Brasil. É a partir daí que o tabuleiro começou a virar para o futuro do menor Estado do país. "A elite da capitania baiana se rebelou contra a emancipação do Brasil. Sendo assim, D. Pedro partiu para sufocar esses movimentos contrários. E o quartel-general da ação para sufocar a revolta em Salvador foi justamente Sergipe, que se prontificou a ajudar". A lealdade gerou nova recompensa. No dia 5 de dezembro de 1822, D. Pedro I reafirmou a carta-régia divulgada por D. João VI e proclamou Sergipe como província independente mais uma vez. Em 1824, a emancipação sergipana é finalmente consolidada na constituição nacional.
Contada a história da Emancipação Política de Sergipe, voltamos para o cenário esportivo com um resumo da vitoriosa e recente história do River Plate de Carmópolis. Fundado em 18 de agosto de 1967, o River Plate despontou no cenário regional em 2009 conquistando a 2ª divisão do Campeonato Sergipano e de lá para cá virou o bicho-papão e levou os dois últimos Campeonatos Seripanos, deixando para trás os grandes sergipanos Sergipe, Confiança e Itabaiana, que nos últimos anos decepcionam seus torcedores. O time do River Plate ganhou destaque nacional no dia 23/02/2011 quando enfrentou o Botafogo do Rio de Janeiro e ganhou deste na cidade de Aracaju pelo placar de 1 x 0, com gol de Bibi embalando a torcida local que compareceu em massa ao lotar o estádio Batistão para prestigiar o evento. Contudo, na partida de volta o time carioca descontou com o mesmo placar, numa atitude infeliz do juiz de validar o gol do Botafogo. Posteriormente foi comprovado pelas câmeras de transmissão que o gol, de fato, não ocorreu. Sendo assim, a decisão da vaga ainda foi para os pênaltis. No entanto, nesta última etapa perdeu nos pênaltis episódio este que deu, precipitadamente, o avanço do Botafogo na competição e a revolta do time sergipano com a arbitragem. Outra curiosidade em relação ao River Plate, é que o rival original Boca Juniors também tem um homônimo genérico, o Boca Júnior de Cristinápolis (mas que mudará para a cidade de Estância) que esse ano disputa a 2ª divisão e se conquistar o acesso fará em 2012 o clássico genérico. Os destaque do River: o veterano zagueiro Valdson (ex-Botafogo, Flamengo e Corinthians) e o zagueiro Bebeto (ex-Santa Cruz, Vasco, Corinthians e Figueirense).



(PDF)
(PNG)

Nenhum comentário :