quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Brasileirão 2013 Série D

Como informei anteriormente, até o final de 2013 postarei as equipes que conquistaram o acesso nas outras divisões do Futebol Brasileiro. As postagens serão em ordem decrescente, ou seja, do 4º oo 1º de cada divisão. Na Série D, o 4º colocado foi o Tupi de Minas Gerais. O Tupi Foot Ball Club foi fundado em 26 de maio de 1912 por diversos célebres nomes da cidade, tendo como seu principal fundador, o sereno, Antônio Maria Júnior, conhecido como “o carijó”. Na sua fundação o nome do clube era Tupy Foot-Ball Club que foi utilizado por 30 anos até se tornar Tupi Foot Ball Club. O Tupi disputou a primeira divisão do Campeonato Mineiro, até 1965, quando o time terminou a competição na última colocação e acabou rebaixado. No ano seguinte, no entanto, o Tupi ficou conhecido por todo o Brasil como o fantasma do Mineirão. Ao longo de sua história o Tupi Foot Ball Club conquistou diversos títulos da cidade, muito deles de forma invicta, foi quatro vezes campeão do interior de Minas Gerais nos anos de 1975, 1985, 1987 e 2003 e campeão do Módulo II do Campeonato Mineiro em 2001. Ná Série D desse ano, o Tupi passou sem dificuldades pelo seu grupo, o A6, com sete vitórias e apenas uma derrota, sendo, inclusive, a melhor campanha da fase de grupos, e classificando-se para enfrentar a equipe do Aparecidense, segunda do Grupo A5. Esse confronto com a Aparecidense foi notícia nacional. No primeiro jogo, o time arrancou um empate em um gol na casa do adversário, o Estádio Annibal Batista de Toledo, em Aparecida de Goiânia. No jogo seguinte, mesmo jogando melhor, levou dois gols do adversário, mas também correu atrás do empate. Entretanto, o resultado era da Aparecidense. O empate de 2 x 2 persistia até os 44 minutos do segundo tempo, quando o jogador Ademilson, do Tupi chuta bola ao gol. A bola já ia entrar, até que o massagista Esquerdinha, do Aparecidense, invade o campo, e tira o gol do Tupi. No rebote, nova chance pro Tupi, mas novamente o massagista salva. O lance causou indignação em jogadores, comissão técnica e torcedores do Tupi, que, ato contínuo, correram atrás de Esquerdinha para linchá-lo. Ele conseguiu correr até o vestiário e se esconder. Após cerca de 20 minutos de paralisação, o jogo foi reiniciado. O jogo teve mais 5 minutos, mas o Tupi não teve forças para mudar o resultado de 2 x 2, classificando, por aquela hora, o Aparecidense. O resultado gerou revolta nos dirigentes do Tupi, que entraram com recurso para anulação da partida, e desclassificação do Aparecidense por conduta anti-desportiva. No dia 16 de setembro, por 4 votos a 1, o STJD desclassificou a Aparecidense do campeonato, que recorreu, mas por unanimidade a apelação foi rejeitada 10 dias depois, sacramentando assim a classificação do Tupi e a eliminação do Aparecidense. O massagista ainda foi multado em 500 reais e suspenso por 24 jogos. Nas Quarta-de-final, o Tupi bateu o Mixto-MT e na Semi-final foi eliminado pelo Juventude-RS, mas conseguiu o acesso à Série C em 2014.

Nenhum comentário :