sábado, 5 de abril de 2014

Outras Copas

A cartela de hoje é de mais uma seleção africana que surpreendeu em uma edição de Copa, Senegal em 2002. No dia 31/05/2002, Senegal fez a sua estreia na Copa do Mundo, em Seul, algo mais que um jogo para os senegaleses, pois além de estrear na tão sonhada Copa do Mundo, enfrentariam a França, campeã do mundo em 1998, campeã da Europa em 2000, mas acima de tudo para o povo senegalês, a França que colonizou o Senegal por mais de 300 anos. Tal qual na abertura da Copa do Mundo da Itália em 1990, quando Camarões venceu a Argentina, Senegal derrotou a França, com gol Papa Bouba Diop, aos 30 minutos do primeiro tempo, após rápido contra-ataque e jogada construída por El Hadji Diouf, eleito o “homem do jogo”. Na sua estréia Senegal já entrava para história. Na sequência um jogo ante a sempre bem postada e perigosa Dinamarca. Senegal saiu perdendo, porém na segunda etapa, aos sete minutos, um contra-ataque que serve até os dias de hoje como aula do quesito, terminou com a conclusão de Salif Diao e Senegal em mais uma grande apresentação, empatou o jogo encaminhando a classificação; mais uma vez o melhor em campo foi senegalês, desta vez a honra coube a Khalilou Fadiga. No terceiro jogo do grupo A, Senegal chegou a abrir 3 x 0, ante o Uruguai, com Khalilou Fadiga e dois de Papa Bouba Diop. Tranquilos no placar, senegaleses passaram a jogar mais soltos do que nunca, a equipe perdeu a concentração no jogo e o Uruguai foi buscar o empate, num dos melhores jogos daquela Copa do Mundo. Papa Bouba Diop, foi eleito o “homem do jogo”. Nas oitavas-de-final, Senegal enfrentou a Suécia, que havia sido primeiro lugar do chamado “grupo da morte” (Suécia, Inglaterra, Argentina e Nigéria). Henrik Larsson abriu o placar para os suecos, Senegal empatou com Henri Camara e num jogo espetacular com as duas equipes buscando a vitória e lances espetaculares, o mesmo Henri Camara, “o homem do jogo”, definiu o gol de ouro aos 14 minutos do primeiro tempo da prorrogação, classificando Senegal para as quartas-de-final e igualando o feito de Camarões em 1990, como a melhor campanha de uma seleção do continente africano. Nas quartas-de-final, um confronto equilibrado, ante a também surpresa Turquia, com vitória dos turcos na prorrogação, gol de Ilham Mansiz aos quatro minutos, sepultando a aventura senegalesa em sua primeira Copa do Mundo.
Fonte: Site Doentes por Futebol

Nenhum comentário :