domingo, 22 de fevereiro de 2015

Premier League 2014-15

Aproveitando o final de semana, vai mais uma cartela da Premier League, a do Liverpool. Atual vice-campeão da Premier League, a equipe do Liverpool vem de uma temporada 2013/2014 espetacular – finalmente, reafirmando a equipe na linha de frente das principais competições nacionais e europeias. Com um elenco mais bem entrosado do que no ano anterior, o time comandado pelo jovem técnico Brendan Rodgers mostrou um futebol moderno e bonito de se assistir, guarnecido por trocas de passe envolventes, repertório variado de dribles e uma quantidade enorme de gols. Não é a toa que os reds foram responsáveis por 101 tentos no campeonato, ficando apenas atrás do atual campeão, Manchester City. Se o ataque foi um ponto positivo, a defesa do time vermelho de Merseyside deixou a desejar. O desequilíbrio entre os dois setores está visivelmente nos números: o Liverpool obteve apenas a 8ª melhor defesa entre os 20 clubes da Premier League. Skrtel, Johnson, Sakho e Touré fizeram boas partidas, mas foram inconstantes noutras. Logo no início da janela de transferências européia, o Liverpool perdeu, logo de cara, o seu principal jogador do elenco. Após mais uma mordida, agora em Chiellini, em partida válida pela Copa do Mundo contra a Itália, Luisito Suárez foi banido por 4 meses sem poder exercer quaisquer tipos de atividades relacionadas ao futebol. O gancho, entre outros motivos, fez com que a diretoria dos reds vendesse o jogador ao Barcelona por £75m. Com o propósito de reunir um grupo mais amplo e forte para a disputa da Champions League 2014/2015, Rodgers foi às compras no mercado. Trouxe Lallana, Markovic e Can para reforçar a faixa central do campo, Lambert para ser o substituto imediato de Sturridge e as prioridades: o jovem croata Lovren, com o intuito de dar mais força à zaga e a promessa espanhola Alberto Moreno, a fim de preencher a lateral-esquerda deixada pelas constantes lesões de José Enrique. Apesar dos reforços, os reds tiveram perdas de jogadores por contusão, o que dificultou o trabalho de Rodgers e fez com que o padrão de jogo do Liverpool caísse em relação à temporada passada. Atualmente a equipe ocupa a 7ª colocação, depois de 25 rodadas e ainda luta para classificar para as competições europeias.

Nenhum comentário :