sexta-feira, 12 de junho de 2015

J-League 2015

Hoje a cartela é do Kawasaki Frontale. O Frontale voltou a brigar por títulos na era Kazama. Joga um futebol ofensivo e de muitos gols, mas a defesa exposta e as quedas de rendimento no fim da temporada impediram que o clube fosse campeão pela primeira vez. Confiando que está no caminho certo, a diretoria manteve a mesma base para 2015 e se reforçou bem. Perdeu apenas dois titulares, o lateral Yusuke Tanaka (Western Sydney Wanderers) e o zagueiro Jeci (Avaí). A defesa, setor mais frágil de equipe, deve melhorar com Makoto Kakuda (Sendai), que pode atuar tanto na zaga quanto como volante; Shintaro Kurumaya (Universidade Tsukuba), que tem impressionado na pré-temporada apesar de não ter experiência como profissional; e Elsinho (América-MG), que é bom jogador mas tem histórico de muitas lesões. O ataque, que já era um dos mais fortes da liga, ganhou dois reforços de peso: Kenyu Sugimoto (Cerezo), ex-seleção olímpica, e Takayuki Funayama (Matsumoto).
Kazama é um técnico que não se apega a apenas uma formação. Em 2014 ele utilizou mais o 4-4-2, mas é possível que escale um 4-2-3-1 para encaixar Funayama como armador pelo centro, função que também pode ser realizada por Kengo. Em um 4-4-2, Okubo pode ter ao seu lado Yu Kobayashi, Sugimoto ou Funayama. Kazama também escala três zagueiros eventualmente e o elenco tem muitas peças para a posição. Se o Frontale não tem conseguido ser consistente durante o ano inteiro, com dois estágios a chance é boa de chegar à pós-temporada e brigar pelo tão desejado título inédito. Depois de 15 rodadas disputadas, o Kawasaki está na 6ª colocação.
Fonte: Guia J-League 2015 GE

2 comentários :

W-Liga Botão Clube disse...

Falta uma conquista ao Frontale, nem que sabe a Copa da Liga Japonesa!

Daniel Erdmann disse...

O Grêmio do Japão...