domingo, 26 de julho de 2015

J-League 2015

Depois de uma pausa, a J-League está de volta com o Shimizu S-Pulse. A temporada 2014 foi um Deus nos acuda para o Shimizu, que por pouco não foi rebaixado pela primeira vez. Apesar do desempenho ruim, o técnico estreante e ídolo local Katsumi Oenoki continua no comando, agora com a chance de iniciar o trabalho na pré-temporada. Nada menos que 16 novos jogadores chegaram - seis deles voltaram de empréstimo e três foram promovidos da base. Os principais nomes são os estrangeiros que vieram para o ataque: Peter Utaka (ex-Beijing Guoan) e Mitchell Duke (ex-Central Coast Mariners). Porém, nenhum deles vinha se destacando por seus clubes. Takashi Sawada (ex-Kumamoto) e Takuma Edamura (estava emprestado ao Nagoya) são outros bons reforços para o setor ofensivo.  A defesa, segunda mais vazada de 2014, é o grande ponto fraco. Rikihiro Sugiyama (ex-Kawasaki) veio para competir pela camisa 1 com Masatoshi Kushibiki, que é o goleiro da seleção olímpica mas tem falhado seguidamente. O elenco tem oito zagueiros e muitos têm sido usados como laterais. Shoma Kamata (ex-Shonan) e Tomoya Inukai (estava emprestado ao Matsumoto) são favoritos para atuar pelos lados da defesa. O S-Pulse é um time jovem, com a menor média de idade da J1 (24 anos). Tem muitos pratas da casa e Oenoki os conhece bem, pois era técnico da base antes de ser jogado na fogueira para treinar o time principal. Mas os resultados no último semestre colocaram em cheque sua capacidade. Se a defesa não melhorar e os novos atacantes não corresponderem, o Shimizu pode mais uma vez lutar contra o rebaixamento. No 1º turno, o Shimizu terminou na lanterna da competição e depois de 4 rodadas a equipe não está conseguindo reagir e está na penúltima colocação.
Fonte: Guia J-League 2015 GE

Um comentário :

Bruno Ferreira disse...

esse novo padão da puma é muito massa.