sexta-feira, 14 de agosto de 2015

J-League 2015

Hoje é a vez do FC Tokyo. O FC Tokyo costuma montar bons times, com jogadores de seleção e potencial para brigar pelas primeiras posições, mas acaba sempre pelo meio da tabela, para a decepção da sua torcida, que é uma das maiores do país. Em seu segundo ano no comando, o italiano Massimo Ficcadenti tem praticamente a mesma equipe à disposição, com o reforço do centroavante Ryoichi Maeda (ex-Iwata) para suprir as saídas de Edu (Jeonbuk Motors) e Kazuma Watanabe (Kobe). Com a jovem estrela Yoshinori Muto caindo pelo lado esquerdo e Hiroki Kawano armando pelo centro, os Gasmen têm um ataque de respeito. Ainda há bons jovens talentos para a posição de meia ofensivo. Shoya Nakajima (20 anos), camisa 10 da atual seleção olímpica, é o principal deles. Wataru Sasaki (18 anos) e Tasuku Hiraoka (19), recém-promovidos da base, também são vistos como jogadores de futuro. O ponto forte, no entanto, é a defesa, que tem vários jogadores com experiência de seleção japonesa (Gonda, Tokunaga, Morishige, Ota e Takahashi). O zagueiro italiano Michele Canini, único estrangeiro do elenco, tem sido apenas reserva. O setor foi o principal responsável por dois recordes do clube quebrados em 2014: menos gols sofridos em média (33 em 34 jogos) e maior invencibilidade (14 jogos seguidos sem derrota). Entre os volantes o destaque é Yonemoto, um dos líderes em desarmes na liga. O time deve jogar no 4-3-1-2 que Ficcadenti utilizou na maior parte do ano passado, tendo o 4-3-3 como segunda opção (geralmente quando Kawano está ausente). O FC Tokyo não fez uma grande contratação mas pelo menos agora possui um craque, alguém que decide jogos (mas se continuar assim, Muto pode ir para a Europa em breve). Resta ver se o time finalmente vai disputar o título ou vai continuar morrendo na praia.
Fonte: Guia J-League 2015 GE

Nenhum comentário :