quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Brasileirão 2015

Postagens a todo o vapor, hoje com o Fluminenese. No primeiro turno o Fluminense fez uma campanha consistente, que, no segundo turno, tinha tudo para ser ainda melhor. Em termos de pretensões ao título, o futuro do tricolor foi decidido já nas primeiras rodadas. Quarto colocado na primeira metade do campeonato, o time começou o returno fora de casa, com uma derrota para o Joinville, ameaçado pelo rebaixamento. Depois, mais uma derrota, agora para vice-líder Atlético-MG e, em seguida, foi a São Paulo, jogar contra o Corinthians, primeiro colocado e perdeu novamente. Esses resultados contra esses dois rivais diretos, tiraram o tricolor da disputa pelo título e também afastou a equipe da zona de classificação para a Libertadores. Durante o primeiro turno o time teve um bom desempenho, especificamente a partir da nona rodada, quando alcançou o G-4 pela primeira vez. Dali em diante, só esteve ausente na 15ª rodada, quando caiu para o sétimo lugar, e na 18ª, quando era o quinto. Ronaldinho Gaúcho estreou na 16ª, para articular o meio de campo e fazer a bola chegar a um ataque forte, que já tinha Fred e ganhou ótima opção com Osvaldo. Mas o Show-man não conseguiu mostrar o futebol de outrora e saiu precocemente do clube. A queda de rendimento culminou com a queda de Enderson Moreira e para seu lugar chegou Eduardo Batista (ex-Sport Recife). A equipe não conseguiu manter a regularidade do primeiro turno e acabou caindo na classificação, onde depois de 34 rodadas, está na 13ª colocação.

Nenhum comentário :