sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Brasileirão 2015

Hoje é a vez do Goiás. Nas quatro primeiras rodadas doprimeiro turno, o Goiás chegou a ocupar a vice-liderança (na terceira) e o quarto lugar (duas vezes, na segunda e na quarta). Nas quatro últimas, manteve-se invicto, ao empatar com o Coritiba (1 a 1), fora de casa, e com o Atlético-MG e a Chapecoense, ambas as vezes por 0 a 0, em Goiânia. E ainda fechou o turno com chave de ouro, ao se tornar o único time a vencer o São Paulo no Morumbi, e em grande estilo, por 3 a 0. O problema é que entre esses dois brilhantes momentos a campanha foi muito ruim, levando a equipe à 17ª posição, dentro da zona de rebaixamento. Uma situação que provocou a substituição do técnico Hélio dos Anjos por Julinho Camargo. Depois de apenas dois meses no cargo, Julinho Camargo sofreu as consequências de dois resultados negativos consecutivos - o Goiás perdeu para Avaí e Ponte Preta. Para o segundo turno, o Goiás teve o retorno do atacante Eric, que estava nos Jogos Pan-Americanos defendendo a Seleção Brasileira e foi contratado outro fazedor de gols, Zé Eduardo, o "Zé Love", ex-Santos e Coritiba, entre outros clubes. Apesar dessas mudanças, o Goiás não conseguiu reagir e depois de 34 rodadas, a equipe está na 17ª colocação e ameaçada de rebaixamento.

Nenhum comentário :