domingo, 13 de outubro de 2019

Brasileirão 2019

A terceira postagem do Brasileirão 2019 vem com CSA, Cruzeiro, Flamengo e Cruzeiro. O CSA chegou da Série B com o objetivo claro de não voltar e para isso investiu em nomes conhecidos como o goleiro Jordi (ex-Vasco), o zagueiro Luciano Castán e alguns que já não estão mais no elenco como o colombiano Armero e Matheus Sávio (ex-Flamengo). Apesar disso, a equipe alagoana vem lutando desde o início da competição contra o rebaixamento e com a chegada de Argel Fucks, a equipe está esboçando uma reação que pode dar esperança à torcida azulina. O Cruzeiro começou 2019 com a expectativa de manter o retrospecto dos anos anteriores, mas a realidade foi totalmente diferente. Apesar da conquista do Campeonato Mineiro, a equipe não embalou no Brasileirão e foi eliminado na Libertadores, o que culminou com a demissão de Mano Menezes, antes mesmo da segunda partida da Semifinal da Copa do Brasil, contra o Internacional. Para seu lugar, chegou Rogério Ceni, que amargou a eliminação na Copa do Brasil e a entrada da equipe na zona de rebaixamento. A crise se instalou na Toca da Raposa, que já estava com um clima conturbado pelas investigações que os dirigentes do Cruzeiro vem sofrendo, e a equipe não conseguiu assimilar o trabalho de Ceni, que acabou demitido e para seu lugar chegou Abel Braga, que tentará retirar o time da incomoda zona do descenso. Já o Flamengo, é só alegria. A chegada do português Jorge Jesus, colocou a equipe rubro-negra nos trilhos e depois da pausa da Copa América o time deslanchou, tomou a liderança e vem mostrando um futebol que o credencia para a conquista do Hepta e faz a torcida sonhar com o Bi da Libertadores. O Fluminense, que apesar de um momento delicado em sentido financeiro, conseguiu mostrar um futebol envolvente no comando de Fernando Diniz no início da competição. Mas a perda de peças importantes como Everaldo (que foi para o Corinthians) e Luciano (que se transferiu para o Grêmio),  mexeu na espinha dorsal da equipe e apesar de continuar mostrando um bom futebol, as vitórias rarearam. Resultado: Diniz caiu e para seu lugar chegou o experiente Oswaldo Oliveira, que por sua vez, mudou a forma de jogar do time e não foi bem recebido pelos líderes da equipe, como Ganso. Depois de discutirem ainda dentro de campo, no empate contra o Santos, Oswaldo acabou demitido e o auxiliar Marcão foi efetivado. Com Marcão a equipe vem reagindo e se continuar poderá escapar do temido rebaixamento.

Cruzeiro (PDF) (PNG)
Flamengo (PDF) (PNG)
Fluminense (PDF) (PNG)

2 comentários :

Anônimo disse...

Você vai esperar lançar o novo uniforme do Botafogo que será lançado sexta para faze lo no próximo post ?

J. Sandes disse...

Já desenhei o novo uniforme do Botafogo. A cartela virá com o novo.